EXPLICAÇÕES FORMAIS:


Olá povo da terra!

Faz um tempinho desde que eu não dou as caras por aqui ou que não dou sinal de vida na maioria das minhas redes sociais há um tempinho, mas cá estou eu para dar explicações do que está acontecendo.

Eu agora sou um universitário cursando Licenciatura em Língua Inglesa - YAAAAY - e eu ainda tô em fase de adaptação dessa nova realidade. Boas noticias é que exatas nunca mais vai aparecer no que precisa ser estudado. A má notícia é que essa é oficialmente uma pausa até julho, mais ou menos.

Até lá, o blog permanecerá aberto e da mesma maneira que está agora.

Até mais ver :) - João xoxo.

RESENHA: American Crime Story - The People vs O.J. Simpson


Olá, pessoas!

Da metade pro final dos anos 90 não se falava em outra coisa senão o julgamento de O.J. Simpson. O mundo se via mais uma vez dividido entre aqueles que acreditavam que ele é culpado (maioria branca) e os que creram que ele é inocente (maioria negra). Durante o ano passado, a FX exibiu a série American Crime Story - The People vs O.J. Simpson, reacendendo o interesse popular pelo Julgamento do Século; É sobre a série que nós vamos falar hoje.
A história verdadeira:
No dia 12 de junho de 1994, Nicole Brown e Ronald Goldman, de 35 e 25 anos, respectivamente, foram encontrados mortos por vizinhos em meio a uma cena perturbadora: A ex-esposa de O.J., com o pescoço cortado, se encontrava em uma poça de sangue com o pescoço cortado, e bem ao lado, seu atual namorado, Ronald Goldman com 22 facadas pelo corpo.

Apesar das suspeitas terem automaticamente caído em cima de Simpson, ele na verdade só teve um mandato de prisão expedido cinco dias após o acontecimento. Devido às negociações do advogado Robert Shapiro e o comandante de polícia de LA, O.J. deveria se entregar às 11 da manhã após ser consultado por médicos, já que ele estava com pensamentos suicidas. Entretanto, nada disso ocorreu dessa maneira. O ex-jogador de futebol fugiu, deixando para trás uma carta de suicídio para Robert Kardashian. Depois de uma perseguição de quase 100 quilômetros, Simpson finalmente se rendeu.

O.J. declarou-se 100% inocente de todas as alegações que caiam sobre ele, mesmo que em contramão, muitas provas apontassem diretamente para ele. Detalhe: Não eram provas facilmente refutáveis, mas sim, seu DNA. Mas a defesa rebateu todas as acusações como simples argumento que isso tudo não passava de racismo, já que a polícia de Los Angeles era famosa por ser extremamente racista.

No dia 3 de outubro de 1995, com um juri composto por maioria negra, O.J. Simpson foi absorvido das acusações, mas obrigado a pagar uma indenização milionária às famílias das vítimas.
A série:
A série, lançada ano passado, traz Cuba Gooding Jr. como O.J. e Sarah Paulson como Marcia Clark. É inspirada no livro 'The Run of His Life: The People vs O.J. Simpson", por Jeffrey Toobin.

Esta é sem dúvidas a melhor série que Ryan Murphy já escreveu, digo isso sem medo, afinal, sou um grande fã dele e já assisti a todas suas séries. American Crime Story se destaca por se tratar de eventos reais, sem grandes diferenças da realidade.

Sarah Paulson também é capaz de deixar bem claro porque ganha todos os prêmios aos quais é indicada. Seja como Lana Winters ou como Marcia Clark, seu jeito de atuar é incrível e cheio de talento. John Travolta também merece menções honrosas, por ter entrado no personagem de maneira fabulosa. Mas nada disso seria possível sem Cuba Godding Jr., que ainda que não tenha nada a ver com O.J. fisicamente, foi capaz de retransmitir a personalidade do personagem.

Quanto ao fim: Nunca chega a realmente ser dito que o ex-jogador de futebol foi autor dos crimes, mas deixa brecha para que essa tese seja reforçada. Como quando ele começa a chorar sozinho dentro do quarto - que provavelmente não aconteceu na realidade, só foi algo para dar dramaticidade à produção.

Marcia Clark:
Nenhuma outra pessoa foi mais fundamental nessa briga além de Marcia Clark, a promotora que estava do lado da acusação. Jamais ela precisou a recorrer a nada além de fatos e permaneceu com eles até o final.

Acredito também que a mídia toda deva desculpas a elas por terem sido tão injustos com ela e queimá-la na fogueira por razões tolas e sem sentido, como o penteado que ela usava.

Marcia é mais uma mulher a qual podemos adicionar a nossa lista de inspirações por ter lutado com convicção e força pelo que ela acreditava e por ter conseguido fazer isso até o final sem pensar em desistir.
Racismo:
O mais forte traço do julgamento do século foi o racismo. Não apenas a América, mas como o mundo todo novamente se dividiu em raças. O pior disso tudo foi o desrespeito não apenas com a comunidade negra, mas como também às mulheres. Racismo jamais foi e jamais deveria ser o tema central dessa coisa toda, mas sim, o abuso que as mulheres sofrem todos os dias dos maridos.

Haviam mais de 7 chamadas de Nicole para o 911 por conta da raiva descontrolada de seu ex-marido. E faz ainda mais sentido pensar que ele que a matou quando vemos que ela seguiu a vida e estava se relacionando com um cara mais jovem que ele - e até mais jovem que ela.

O racismo deve ser sim combatido, mas nesse caso, a lição que deveria ficar é sobre como as mulheres sã abusadas por seus maridos e como isso fica impune até o dia que ela aparece morta com várias facadas em cima do próprio sangue.

Culpado ou Inocente?
 Após assistir e fazer muitas pesquisam em cima do caso, eu acredito que O.J. Simpson é culpado por esse crime. DNA por si só é irrefutável. Agora adicione o fato que ele tinha razão, seu temperamento nos áudios do 911 e todas e inclusive a linha do tempo dos acontecimentos.

O.J. chegou ainda a escrever um livro sobre como hipoteticamente ele teria matado sua mulher. Há também o fato que seus próprios amigos duvidavam dele e que inclusive Chris Darden - advogado de acusaçã - chegou a falar em uma entrevista que nos bastidores do julgamento ele chegou a confessar.

Eu altamente recomendo que todos vocês assistam esta série e que tirem suas próprias conclusões sobre o ocorrido. ACM já está disponível na Netflix. Deixem também seus comentários. Vocês já assistiram à serie? Acham que ele é inocente ou culpado?

ASSUNTO INTELIGENTE: Make America Terrible Again; #FreeMelania; A Reforma do Ensino Médio \o/


Olá, mundo!

Há um tempo que eu não escrevo nada mais sério relacionado ao mundo e à política, mas finalmente, o dia chegou e hoje vamos falar sobre o horroroso e bem caótico governo Trump, sobre a possibilidade da atual primeira dama, Melania Trump, estar numa relação abusiva e sobre o fato que a Reforma do Ensino Médio estar a ponto de se tornar realidade.

Estamos perto de completar um mês daquele que é o governo mais contraditório, sem aprovação, desqualificado desde que os Estados Unidos é um país. Donald Trump nem teve a chance de ser testado numa possível catástrofe de proporções mundiais e já nos deixa rezando para que isso jamais venha a acontecer, caso o contrário, estaremos literalmente mortos.

No inicio de seu mandato, somos obrigados a discutir sobre uma inauguração fracassada, que para todos os efeitos deve ter sido a maior em anos. Milhões e milhões de expectadores assistiram e a mídia, sendo tão "desonesta", não pode mostrar isso. Bom, Donald, temos certeza que seus amigos Russos assistiram com muito prazer.

Como reflexo de um presidente que parece uma adolescente rebelde que usa o Twitter para atacar todo mundo, Kelly Anne Conway tem que ir da CNN à Fox News contando mentiras e pagando um mico que só um bom salário seria o motivo para aguentar isso. Se você assiste jornal ou ouviu falar dos "Fatos Alternativos" (Alternative Facts"), esse é o bendito ser que os inventou.

Como se dizer que há uma alternativa para a verdade, ontem mesmo, ela foi à Fox News fazer propaganda da linha de roupas de Ivanka Trump, que recebeu recusas e desistências de algumas lojas de departamento ao redor do país. 

E a escolha de Betsy DeVos para secretária de educação? Alguém que literalmente disse de boca cheia que as escolas deveriam sim permitir o uso de armas de fogo. O por quê? Isso protegeria os alunos de "ataques de urso". Alguém que não é apenas totalmente desqualificada para o posto de secretária de educação, mas como também a menos indicada. São fatos que o marido dela doou alguns milhares de dólares para instituições que prometem curar a homossexualidade e ela mesmo deu doações bem generosas a diversos republicano ao longo desses anos.

Para secretário de segurança, James Mattis acha que é divertido atirar em algumas pessoas. Para Advogado Geral, o senador do Alabama, Jeff Sessions está envolvido em alegações de racismo.A lista de péssimos nomes segue por dias: Michael Flynn (disse que o Islamismo é um câncer que deve ser exterminado); Andrew Puzder (acusado de violação dos direitos trabalhistas e propagandas sexistas); Ben Carson (que apesar de ser o menos ruim do grupo, não tem experiência alguma para o papel que deverá desempenhar - Secretário de Moradia e Urbanismo. Mas, com certeza, nenhuma dessas figura tem o dom de se contradizer mais que Sean Spicer. Ele se contradiz a cada 5 segundos, além de ser favorável ao banimento de muçulmanos.

E quanto Melania Trump? No shade at all para ela, na verdade eu consigo sentir empatia por ela, mas me preocupa muito o tipo de primeira dama que ela será e eu devo dizer que depois que Michelle Obama, que definitivamente redefiniu os papéis de uma primeira dama. É com aquele sentimento de "não ponha altas expectativas" que eu ponho expectativas que talvez ela possa ser minimamente uma FLOTUS ativa.

Mas não são suas atividades que estão realmente em questão por aqui, mas se Donald Trump é abusivo com ela ou não.

Circulam VÁRIAS teorias, vídeos e informações na internet ao redor disso, é possível sim que essas informações sejam verdadeiras. Todos nós já tivemos demonstrações o bastante de como o 45° presidente dos Estados Unidos trata as mulheres. Mas é a linguagem corporal a responsável por pôr gasolina no fogo. Eles são um casal totalmente sem química e ela se mostra pouco a vontade ao seu lado. Para opiniões de profissionais no assunto, o YouTube é uma piscina cheia deles.

Deixando os Estados Unidos e voltando para o Brasil, é ótimo poder dizer que o Senado aprovou a reforma do Ensino Médio e agora os alunos tem a flexibilidade de escolher a área de conhecimento correspondente aos seus dons, entretanto, por mais que a reforma tenha sido aprovada, ela só deverá se concretizar em 2019. Sendo uma boa herança (e a única) post-governo Temer.

É tudo por hoje! Deixem nos comentários suas visões e opiniões desses assuntos.

SUPER BOWL 51: Precisamos falar de Lady Gaga!


"Hello hello, baby, you called. I can't hear a thing"

No último domingo, 05, aconteceu em Houston, Texas o 51° Super Bowl, a final do futebol americano. Todos nós podemos concordar que foi muito mais que icônico e o melhor em anos, seja pelo fato que os Patriots viraram o jogo ou pela apresentação de Lady Gaga.

Eu, pessoalmente, não ligo para outra coisa se não Lady Gaga. Eu não gosto de esportes e assisti o jogo através da Fox Sports num livestream do YouTube sem entender realmente nada do que tava acontecendo.

A apresentação de Gaga começou no telhado do estádio. No fundo, a cidade e drones sincroizados que dançavam, iluminavam o céu e formavam a bandeira dos Estados Unidos. Seus vocais poderosos iniciaram num curto pout-pourri de "God Bless America" e "This Land is Your Land". Segundo a Billboard, esse trecho foi pré-gravado. Mas quem liga? Quantos cantores você pode dizer que podem segurar uma responsabilidade dessa e desempenhar tudo de forma genial e maravilhosa?

A primeira música da apresentação foi 'Poker Face', precedida por flashes de 'Paparazzi' e 'Edge Of Glory'. A apresentação trouxe a vibe Lady Gaga clássica, de um modo que não vemos há anos, dando destaque total para a era "The Fame' e "The Fame Monster", desprezando as seguintes - "ArtPop" então, é como se não existisse.

Podemos também falar do momento em que ela começou a cantar "Telephone" e todo mundo se encheu de esperanças que a Beyoncé apareceria lindíssima e grávida no palco? Já que no melhor sentido da expressão, ela é viciada em Super Bowls. Não aconteceu nada disso, mas sem problemas.

Por falar na Beyoncé, artista que é a rainha das apresentações Halftime Show, acredito que Gaga só pecou por não ter incluído mais músicas no mashup. Vamos ser justos de "Paparazzi", "Applause", "The Edge Of Glory" e "You And I" mereciam mais destaque e duas delas nem chegaram a ser apresentadas.

De maneira geral, a apresentação dela foi sim a melhor do Super Bowl. Ela teve uma incrível mensagem de inclusão para a comunidade LGBTQ+ e também para a comunidade imigrante na América, sendo exatamente o que precisávamos no momento.

A performance está disponível no canal da VEVO de Lady Gaga e também no da NFL. Se vocês ainda não assistiram, não deixem de assistir! Deixem também suas opiniões nos comentários.

Pensando em fazer a prova do TOEFL e SAT?


Hey, y'all!

O post de hoje é uma espécie de atualização da minha vida. Eu infelizmente não consegui a nota necessária para conseguir uma vaga nas universidades, ainda que eu tenha ficado em 26° (na Universidade Estadual) e 17° (na Federal). Uma das minhas metas de vida é também conseguir cidadania americana antes dos 30 anos, já que esse processo leva no minimo três anos a partir do momento que você passa a morar em território americano.

Mas, o que são esses códigos e o que eles têm a ver com essa história toda?

Uma maneira viável e fácil (na verdade menos burocrática) de se tornar um cidadão americano seria entrar para uma universidade dos Estados Unidos. Obviamente o processo que eu levaria é completamente diferente de um adolescente que nasceu no país.

Para entrar nos EUA, é necessário conhecer a língua deles, por isso, eu teria que fazer uma prova para comprovar que eu seu falar inglês. Esta prova, no caso, é a TOEFEL. Há também a opção do teste da IELTS, que é para quem tem interesse de ir para o Reino Unido. Caso você não atinja a nota mínima - que varia de acordo com a universidade desejada - você pode ainda fazer um curso de inglês pela instituição que você quer entrar.

É então que entra o SAT, que equivale ao nosso ENEM, cujo todos os alunos, sejam nativos ou estrangeiros DEVEM fazem para entrar em qualquer universidade. A prova é dividida em Inglês, Matemática, Ciência, História e Língua Estrangeira. O exame também é flexível, uma vez que é possível fazer só as partes necessárias para sua área de atuação. Entretanto, essa parte também varia de acordo com as políticas das Instituições.

Para última etapa, é necessário apresentar uma carta de recomendação escrita por um professor ou chefe. É necessário que a carta fale de suas qualidades e habilidades como aluno ou empregado. Em seguida, é necessário traduzir seus documentos para a língua inglesa, o que deverá ser feito por um profissional tradutor registrado.

Então, o próximo passo seria mandar suas notas - tanto do TOEFL/IELTS e do SAT, além da carta e de uma redação e as demais exigências da instituição desejada. Algumas universidades fazem uma entrevista com o aluno.

No caso de aprovação, a Universidade preparará os documentos que provem que você irá estudar lá. Documentos esses que serão necessários para apresentar no Consulado Americano no Brasil. É possível que você também pague a taxa de matrícula.

Visite os sites: TOEFEL; IELTS; SAT; Consulado Americano;

É basicamente isto. Comentem o que vocês acham! Vocês se submeteriam a essas provas?

PLAYLIST: BACK TO SCHOOL:


Para muitas pessoas, as aulas voltam amanhã e para outras, já esta semana ou na outra. Para todos os efeitos, as férias estão com os dias contados, mas calma, gente. Hoje é dia de uma playlist especial recheada de músicas para voltar às aulas arrasando.

VIDEOLIST: Algumas das melhores makes para #VoltaÀsAulas:


"The moment I wake up before I put on my make up, I say a little prayer for you"

Neste clima de fim de férias, nada melhor que chegar no primeiro dia de aula de maneira maravilhosa, atraindo atenção de todo mundo e fazendo o crush cair aos seus pés. Para ajudar-nos nesta missão, nossa querida maquiagem ajuda bastante.

Neste espírito de #BackToSchool, eu criei uma videolist (é como uma Playlist, só que com vídeos ao invés de música) contendo entre maquiagem feminina e masculina - porque todos deveriam usar o tanto de maquiagem que quiser, independente do sexo - e vídeos em português e inglês, para arrasar na aulas de língua estrangeira moderna:


Mantenham-se ligados no blog porque amanhã tem Playlist de volta às aulas.

#REVENGEBODY: A incrível superação de Khloé Kardashian:


Olá, todo mundo!

Aparentemente, falar sobre as Kardashians/Jenners tem sido minha coisa favorita a se fazer nos últimos dias e é disso que vamos falar hoje. #VaiTerKardashianNoAISim. Mas não se preocupem, pessoas que acham que as Kardashians não tem nada de interessante além de cosméticos e bunda grande, porque hoje eu vou falar um pouco sobre a superação magnífica e inspiradora da Khloé Kardashian.

Resultado de imagem para khloe kardashian gif

Acho que nada melhor que começar dizendo que a Khloé sempre foi nossa membro da família porque além de sempre estar nos representando, ela também é a mais engraçada da família. Mas quem assiste Keeping Up With the Kardashians há um tempinho sabe que ela sempre teve um probleminha com sua auto estima e peso.

Resultado de imagem para khloe kardashian gif

Segundo a própria, quando ela era criança, na escola, era vista como a garota gorda e esquisita. Sem contar a pressão da mídia que impõe a qualquer um padrões que as mulheres principalmente "devem seguir a risca".

Resultado de imagem para khloe kardashian gif

Pelo fato de sua irmã ser a Kim Kardashian e ela ser uma Deusa do corpo perfeito, fazia a Khloé se sentir mais desconfortável. Mas mesmo assim, ela também se sentia bem às vezes, principalmente quando a Kim terminava com algum namorado e se sentia mal. Segundo Khloé, se Kim se sentia mal, então tudo bem que ela também se sentisse.

Resultado de imagem para khloe kardashian gif

Mas você lembra daquela garotinha que você chamava de gorda e dizia que ela precisava perder alguns quilos? Ela deu a volta por cima em cima e passou a ter hábitos saudáveis e trabalhar para que ela pudesse se sentir melhor com seu próprio corpo!

Resultado de imagem para khloe kardashian gif

No final das contas, o que nós ralmente temos que entender é que nós mesmos devemos estar felizes com nossos corpos, independente da forma, já que existem muitas delas e todas são perfeitas, mas se você realmente tiver um problema com você mesmo, não há nenhuma outra saída além de trabalhar para chegar no lugar que você quiser. Não é impossível, muito pelo contrário, você pode fazer deste um caminho muito divertido, basta querer.

O novo programa da Khloé, Revenge Body, estreia dia 12 de fevereiro no E! Assista e sinta-se ainda mais inspirado a chegar onde você quer chegar!

Foi isso, gente. Eu espero que vocês tenham gostado dessa forma meio diferente de fazer post. Deixem seus comentários sobre o que vocês acharam.